Publicado em Arte

Regra dos terços

by on22 Abril 2015 5676 vezes

Quer melhorar suas composições?

Essa regrinha é rápida, prática e ajuda muito a melhorar suas composições no desenho, pintura ou fotografia.

A regra dos terços ajuda na sua composição

Em se tratando de arte e imagens, seja fotografia, desenho ou pintura (figurativa ou abstrata), existe uma regra que ajuda na hora de compor um imagem, tanto aos iniciantes como aos mais experientes. É a regra dos terços.

Ela não é exatamente uma regra, está mais para uma diretriz que auxilia no treinamento do olhar sobre a composição, para que esta não fique desbalanceada e desagradável (enquanto composição).

A regra dos terços funciona assim: Deve-se dividir a imagem em nove partes iguais, traçando duas linhas horizontais e duas verticais (imaginárias no caso de fotografia ou realmente traçada no caso de desenho ou pintura), posicionando o assunto que se deseja destacar nos pontos de cruzamento das linhas para se obter uma composição equilibrada em relação a nossa percepção visual.

A ideia é que o assunto principal fique à distância de um terço das bordas da imagem.

Exemplificando a regra dos terços

Repare que o desenho abaixo foi dividido com quatro linhas, em nove partes. As intersecções, marcadas em amarelo, são os pontos da figura onde o assunto de destaque deve ser posicionado, neste caso, o rosto.

Não precisa ser exato

No exemplo seguinte vemos que, na primeira das imagens, dois elemento coincidem nas áreas de destaque, já na segunda imagem, apenas um elemento se destaca na intersecção, o rosto do personagem. Note que o posicionamento não precisa ser exato pois falamos aqui da percepção e não de engenharia.

Mais outro exemplo de dois elementos nas áreas de destaque e sem exatidão nas intersecções.

Tirar o foco do centro da imagem

Veja agora nesta fotografia. A mesma imagem foi recortada e reposicionada. A ideia básica é:  "Descentralizar o assunto para valorizar o todo".

Divisão da imagem em três

Nesta fotografia de uma praia há uma divisão em três, ficando duas delas para o céu e uma para a terra. Pode ser em proporção inversa, tudo dependerá dos elementos e do assunto a destacar.

Imagem de http://br.freepik.com por stockvault

Repare agora nestes rabiscos abaixo comparando um com o outro, buscando perceber as sutilezas do equilíbrio na composição. Nos quatro pontos das intersecções (imaginárias), as vezes em dois, as vezes em três mas, o que muda são apenas os destaques, a composição não se desequilibra.

Repare também que há uma divisão em três na horizontal, chão, montanhas e céu.

 

Agora vamos "quebrar" a regra dos terços. Repare que a famosa obra Mona Lisa de Leonardo da Vinci não se encaixa nesta regra. Para encaixar, parte da obra seria descartada.

Essa não! Leonardo da Vinci, o mais famoso pintor do renascimento errou na sua obra prima!

Claro que não! A regra dos terços é uma diretriz  para auxiliar na composição e não uma regra de fato. A percepção humana é muito mais complexa que isso. Também existem outras regras matemáticas como a "proporção áurea" e o "triângulo de ouro" ou "triângulo dourado" que fazem esse papel de auxiliadores na composição.

Resumindo, vale a regra, mas acima de tudo o bom senso de um olhar sensível e bem treinado. Se o seu olhar ainda não está tão treinado para compor suas imagens, tenho certeza de que a regra dos terços irá te ajudar bastante.

Veja também a matéria sobre Harmonia das cores no canal do Youtube / DesenheirosBr

Ednei Marx

Artísta Plástico, Caricaturista, Ilustrador e Animador.

Natural de São Bernardo do Campo, SP, é desenhista desde pequeno, formado em Artes plásticas pela FATEA em Santo André, cidade onde passou a maior parte de sua infância e toda a juventude, também na grande São Paulo. Atuou no princípio como office-boy, balconista, vendedor de doces, mecânico de carros, bonequeiro (teatro de bonecos) caricaturista, ilustrador e atualmente está a frente do Studio 58 Ilustração e Animação. Sim, ele já passou dos 40 mas isso foi logo agora.
Atualmente vive com sua família em Nova Petrópolis, Rio Grande Sul.

Ednei Marx

Artísta Plástico, Caricaturista, Ilustrador e Animador.

Natural de São Bernardo do Campo, SP, é desenhista desde pequeno, foramado em Artes plásticas pela FATEA em Santo André, cidade onde passou a maior parte de sua infância e toda a juventude, também na grande São Paulo. Atuou no princípio como office-boy, balconista, vendedor de doces, mecânico de carros, bonequeiro (teatro de bonecos) caricaturista, ilustrador e atualmente está a frente do Studio 58 Ilustração e Animação. Sim, ele já passou dos 40 mas isso foi logo agora.
Atualmente vive com sua família em Nova Petrópolis, Rio Grande Sul.

 

 

 

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS
Última modificação em 10 Maio 2015
Avalie este item
(1 Voto)